A designocracia criada por Karim Rashid

Beleza e conforto ao alcance de todos

Nascido no Cairo, Egito, e radicado em Nova York, Karim é, na verdade, um artista em prol da arte utilitária e democrática. Seu estilo inconfundível, marcado por modernas curvas e contagiante bom humor, está presente em construções arquitetônicas, móveis, roupas, celulares, eletrodomésticos e objetos que criou para grandes marcas, como Edra, Prada, Armani, Yahoo, Black & Decker e Toshiba.

Segundo ele, o design não trata de formas, mas de crítica cultural e de uma transformação gradual da sociedade. É nesse contexto que o plástico, material do século XXI, versátil por definição e que encerra em si inúmeras oportunidades de ser, torna-se seu material preferido e também uma marca do seu trabalho.

“Plástico é um material tão maleável, flexível, biomórfico, de alta performance, democrático, confortável, complexo, moldável. Sempre sonhei com um mundo feito de plástico, onde tudo é aconchegante, suave, arredondado e lindamente colorido. Foi por dividirmos esse sonho que a Melissa chegou até mim”, revela. Esta citação à Melissa se deve ao fato do designer assinar uma coleção para a Grendene. As Melissas criadas e batizadas por Karim Rashid são a “Geodésica-galactica” e a Aranha. Ambas as criações estão expostas na recém inaugurada Galeria Melissa na rua Oscar Freire, 827 — SP.

Denominando-se “pregador da cultura da forma”, Rashid idealizou um conceito que batizou de “designocracia”, em que belos objetos devem estar ao acesso de todos. Karim Rashid é um dos designers mais importantes do planeta.

Na Zona D você pode encontrar os impressionantes vasos da linha Silver, com linhas geométricas e desenhos sobrepostos chamados Morph e Flexus. Se você quiser ver ao vivo e a cores algumas criações de Karim Rashid, faça uma visita à loja mais próxima de você. Para saber mais sobre a biografia e trajetória é só entrar em karimrashid.com, de onde provêm estas fotos.

A assinatura de Karim Rashid está presente num verdadeiro universo de formas: objetos, móveis, luminárias, embalagens para cosméticos, carros do futuro, obras arquitetônicas, danceterias, roupas, bolsas, sapatos e interiores.

← voltar às notícias